• Chatbox

    You don't have permission to chat.
    Load More
Sign in to follow this  
morfo2

WRC: Colin McRae e o Impreza 555

1 post in this topic

Em memória do melhor piloto de rally do mundo! O meu ídolo, Colin McRae.

 

Em 1992, chega um novo Subaru para fazer história nas ruas e nas competições de rali.

Hidden Content

    Give reaction or reply to this topic to see the hidden content.

O famoso Impreza, um carro perfeito numa época em que os Rally Cars estavam tornavam-se cada vez mais avançados, compactos, leves e potentes.

Menor e mais moderno que o Legacy, o Impreza foi o foco de toda a atenção da Prodrive.

Apesar de existirem versões mais mansas e de tracção dianteira, o Impreza é conhecido pela sua versão WRX, com motor boxer turbinado (o famoso 22B) e tracção integral (AWD).

Esta plataforma foi criada a partir dos critérios de homologação da FIA para o rally grupo A do WRC estreando em 1993.

Hidden Content

    Give reaction or reply to this topic to see the hidden content.

A receita: flat-4 de dois litros e turbocompressor que fazia cerca de 300cv no WRX oficial, enquanto a versão de rua tinha 240 cv de origem.

Hidden Content

    Give reaction or reply to this topic to see the hidden content.

A temporada de estreia do Impreza (1993) foi um ano de experiências para a Subaru, que também colocou o Legacy e o pequeno hatchback Vivio para correr no WRC, de forma a ter certeza sobre qual escolher para as próximas temporadas.

Com um esquema de pintura azul e amarelo patrocinado pelos cigarros State Express 555, fabricados pela britânica BAT e muito populares na Ásia, a Subaru teve um excelente desempenho!

Recordo que, na época, ter fabricantes de cigarros como patrocinadores era proibido pela FIA no WRC. Mesmo assim, a Subaru foi ousada ao ponto de baptizar a equipe como “555 Subaru World Rally Team”, e deu aos seus carros o “sobrenome” 555.

Desse modo, os números estampados nas laterais dos carros podiam ser interpretados de duas formas, abrindo uma excepção no regulamento. Contudo, este truque não durou muito tempo e, em algumas etapas, a Subaru trocou os numerais por deltas estilizados que se assemelhavam ao 555.

Hidden Content

    Give reaction or reply to this topic to see the hidden content.

Com destaque para um talentoso jovem escocês chamado Colin McRae, que chegou em terceiro na Suécia e venceu na Nova Zelândia naquele ano — a Subaru conseguiu o terceiro lugar no campeonato de Construtures naquele ano. Para ter uma ideia, o seu desempenho foi melhor que os seus companheiros de equipe profissionais, como os finlandeses Ari “Dear God” Vatanen e Hannu Mikkola.

Hidden Content

    Give reaction or reply to this topic to see the hidden content.

Apesar do Legacy ainda ter sido o destaque da temporada, a Subaru antecipou-se e levou adiante o desenvolvimento do Impreza que, como já referi, era mais pequeno e mais leve, ou seja, melhor preparado para combater gigantes, como a Toyota com o seu Celica Turbo AWD. Além do entre-eixos 160mm mais curto, este era o primeiro a contar com diferenciais activos, que usavam sistemas electrónicos para distribuir o torque entre os eixos dianteiro e traseiro de acordo com as condições de aderência do piso (Semelhante ao Sistema ATESSA da Nissan). Isto deu alguns segundos de vantagem ao Impreza, em cada estágio.

Hidden Content

    Give reaction or reply to this topic to see the hidden content.

Em 1994 e 1995 vimos um crescimento exponencial da Subaru como a favorita ao pódio. Em 1994, Colin McRae e o seu novo companheiro de equipe, o espanhol Carlos Sainz, conseguiram as primeiras vitórias do Impreza, na Grécia (Sainz), na Nova Zelândia e na Grã-bretanha (McRae). Com 140 pontos, a Subaru garantiu o vice-campeonato ao lado da Toyota com 151 pontos.

No ano seguinte (1995) a Subaru ganhou o primeiro título!

Numa temporada feroz e polémica. A Toyota, no fim do ano, foi apanhada a usar turbocompressores ilegais, com um limitador especial que podia ser desactivado, permitindo que mais ar entrasse no motor, aumentando o seu rendimento. Por isso, todos os esforços da Toyota naquele ano foram em vão.

Hidden Content

    Give reaction or reply to this topic to see the hidden content.

Colin McRae e o seu co-piloto Nicky Grist

Acrescento que o desempenho da Subaru foi brilhante em 1995, com cinco vitórias em oito etapas, sendo três de Sainz e duas de McRae, que apelou-se campeão entre os pilotos.

No entanto, atrás da Subaru, outra rival começava a ganhar destaque, a Mitsubishi Ralliart que venceu duas etapas com o Lancer Evolution.

Hidden Content

    Give reaction or reply to this topic to see the hidden content.

A excelente forma de McRae garantiu que, em 1996, ele se tornasse o piloto principal da Subaru. E o escocês voador honrou a sua posição, sendo o responsável por todas as três vitórias da equipe naquele ano, garantindo o segundo título de Construtores em sequência.

Tommi Mäkinen da Mitsubishi, levou a taça de campeão nesse ano.

Hidden Content

    Give reaction or reply to this topic to see the hidden content.

O ano de 1997 trouxe uma mudança importantíssima, a introdução de uma nova categoria no WRC: a World Rally Car, que dispensava a obrigatoriedade da produção de especiais de homologação, reduzindo custos, atraindo novas equipes (como a Hyundai) e trazendo de volta antigos competidores (como a Peugeot e a Citroën). O Grupo A ainda existia, mas a maioria dos fabricantes decidiu aderir ao novo regulamento, incluindo a Subaru.

Hidden Content

    Give reaction or reply to this topic to see the hidden content.

McRae ainda era o piloto principal da Subaru e, novamente, carregou a equipe nas costas:. Das sete vitórias da equipe, cinco foram dele e, novamente, a Subaru ficou com o título de construtores e Tommi Mäkinen, da Mitsubishi, com a taça dos pilotos !

Na verdade, o finlandês foi campeão do WRC entre 1995 e 1998. Recorde este que só foi superado pelos nove títulos consecutivos de Sébastien Loeb entre 2004 e 2012 (quando os Franceses comprara o WRC...).

Hidden Content

    Give reaction or reply to this topic to see the hidden content.

Foi nesta época que a rivalidade entre a Subaru e a Mitsubishi alcançou proporções enormes.

De qualquer forma, o desempenho matador de Colin McRae com os carros azuis foi o melhor de toda a história do WRC.

Não é por acaso que a combinação de cores tradicional do Impreza WRX é azul com rodas douradas, um aceno aos dias de glória da Subaru no Campeonato Mundial de Rali.

Hidden Content

    Give reaction or reply to this topic to see the hidden content.

Fonte original:

Hidden Content

    Give reaction or reply to this topic to see the hidden content.

Texto editado por mim.

 

Vejam também!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
Sign in to follow this